Brasil

[Brasil][bsummary]

Ciência e Tecnologia

[Ciência e Tecnologia][list]

anuncie



Grupo Aço Cearense e sul-coreana Posco assinam memorando para viabilizar laminadora no Pecém

Aconteceu na última terça-feira (12) a assinatura do Memorandum of Understanding (MOU) ou Memorando de Entendimento, que estabelece a intenção do Grupo Aço Cearense e a sul-coreana Posco de desenvolverem o estudo de viabilidade técnica e econômica para a instalação de uma laminadora de aços planos no Complexo Industrial e Portuário do Pecém – CIPP, localizado no Estado do Ceará. 


A assinatura foi realizada no Palácio da Abolição, com a presença do Governador do Estado do Ceará, Cid Gomes, do secretário do Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico, Alexandre Pereira, do chefe de Gabinete, Danilo Serpa, e da diretoria do Grupo Aço Cearense e da Posco. O investimento total para a construção da primeira fase corresponde a US$ 800 milhões (oitocentos milhões de dólares).


São duas fases previstas para a construção da laminadora. A primeira fase deverá contar com a produção total em torno de 700 mil toneladas/ano de bobinas (ar quente, ar frio e galvanizadas), já na segunda fase o total chegará a 1 milhão de toneladas/ano das mesmas bobinas. O estudo de viabilidade que irá definir os cronogramas e prazos para a execução do projeto está previsto para ser finalizado no final do primeiro semestre de 2014. 


Sobre o Grupo Aço Cearense


Com mais de três décadas no mercado siderúrgico brasileiro e uma média de 16 mil clientes ativos em todo o país, o Grupo Aço Cearense se destaca pelo seu crescimento e representatividade alcançada no mercado do aço. É líder do setor na região Nordeste com um faturamento de mais de R$ 2 bilhões em 2012. Ao longo de 34 anos de história, o Grupo Aço Cearense expandiu e diversificou suas operações. Atualmente, gera cerca de cinco mil empregos diretos e mais de 60 mil indiretos, distribuídos em seis empresas, localizadas nas regiões Norte, Nordeste e Sudeste do país.


Em Marabá (PA), opera a Siderúrgica Norte Brasil S.A. (Sinobras), primeira usina siderúrgica integrada de aços longos para construção civil das regiões Norte e Nordeste, com capacidade instalada de 400 mil toneladas por ano. Seu mix de produtos inclui vergalhões, fio-máquina e trefilados e já alcança todo o país com sua distribuição. Nos municípios de Araguatins e São Bento do Tocantins (TO) está localizada a Sinobras Florestal.


Em Caucaia (CE), está a Aço Cearense Industrial, voltada para o segmento de aços planos, que tem duas indústrias com capacidade de produção de 760 mil toneladas por ano. Em Fortaleza (CE), fica a Aço Cearense Comercial, que comercializa os produtos da Sinobras e Aço Cearense Industrial. Sua estrutura e força de vendas posicionam o Grupo como o maior distribuidor independente de aço e seus derivados no Brasil. Ficam também localizadas em Fortaleza, a WMA Trade Company que se dedica ao comércio internacional e o Instituto WMA, responsável por todas as ações de cunho social, educacional, esportivo e ambiental do Grupo. Localizada em Barueri (SP), está a mais nova empresa do Grupo, a AC Serviço, que atua no segmento de aço inoxidável, com o objetivo de oferecer serviços especiais, como o corte de bobinas de diversos tamanhos e especificações em chapas, além do corte a laser, dobra e caldeiraria.

Fonte: Ceará é Notícias
Raimundo Moura

Radialista formado, blogueiro, graduando em serviço social e Conselheiro Tutelar, atualmente apresento o Programa Alerta Geral Vale do Curu pela 91.9 de Pentecoste e colaboro com o Jornal Integração da Atitude FM de Itapajé.

Comente
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook

Nenhum comentário :



Entretenimento

[Entretenimento][grids]

Saúde

[Saúde][bsummary]

Negócios

[Negócios][twocolumns]

Esportes

[Esportes][threecolumns]