Brasil

[Brasil][bsummary]

Ciência e Tecnologia

[Ciência e Tecnologia][list]

anuncie



TSE aceita registro e Nezinho assumirá Prefeitura de Horizonte

Candidato à reeleição pelo PSDB, Manoel Gomes, conhecido como Nezinho, era acusado de crime de improbidade administrativa por contratar três servidores sem concurso público, mas tese foi derrubada

Por: Redação Web


Estão oficialmente definidas as eleições no Município de Horizonte. Após dois meses de expectativa, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu, na noite desta terça-feira, conceder o registro da candidatura do prefeito Manoel Gomes, o Nezinho (PSDB), que, no dia primeiro de janeiro de 2013, poderá assumir o cargo para um novo mandato.

Nezinho teve a candidatura indeferida pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) com base na Lei da Ficha Limpa. O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) desaprovou contas da administração de Nezinho por contratação de três servidores sem concurso público.

O TRE chegou a negar o registro da candidatura do tucano por improbidade administrativa. Concluiu que os tribunais de contas dos municípios, ao apreciar as contas anuais dos chefes dos executivos, não se restringem à simples emissão de parecer prévio sobre as contas anuais do prefeito, mas também têm competência para julgar os responsáveis pelas contas de gestão.

Ao concorrer à reeleição, Nezinho recebeu 22.610 votos - 60,78% dos votos válidos. O relator do caso no TSE, ministro Henrique Neves, ressaltou que seu entendimento também é esse, ou seja, que cabe aos tribunais de contas municipais examinarem as contas do prefeito como ordenador de despesas.

Neves ressaltou, no entanto, ''reconhecer que o entendimento majoritário do TSE é de que os tribunais de contas só têm competência para julgar contas de prefeito quando se tratar de fiscalizar a aplicação de recursos mediante convênio, o que não é o caso''.

O ministro Henrique Neves argumentou, ainda, que a decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará afronta a jurisprudência do TSE. Segundo ele, a competência para o julgamento das contas de prefeito é exclusiva do Poder Legislativo, sejam elas relativas ao exercício financeiro ou às funções de ordenador de despesas ou de gestor.

CearaAgora e Com informações da assessoria de imprensa do TSE.
Raimundo Moura

Radialista formado, blogueiro, graduando em serviço social e Conselheiro Tutelar, atualmente apresento o Programa Alerta Geral Vale do Curu pela 91.9 de Pentecoste e colaboro com o Jornal Integração da Atitude FM de Itapajé.

Comente
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook

Nenhum comentário :



Entretenimento

[Entretenimento][grids]

Saúde

[Saúde][bsummary]

Negócios

[Negócios][twocolumns]

Esportes

[Esportes][threecolumns]