Brasil

[Brasil][bsummary]

Ciência e Tecnologia

[Ciência e Tecnologia][list]

anuncie



Arquiteta vence prêmio nacional de Arquitetura com projeto de escola rural sustentável em Pentecoste



A arquiteta Morganna Rangel Silva de Oliveira, graduada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal do Ceará, conquistou o 5º Prêmio Rosa Kliass/Concurso Universitário Nacional de Arquitetura da Paisagem. Organizado pela Associação Brasileira de Arquitetos Paisagistas (ABAP), o Prêmio Rosa Kliass é a principal comenda conferida a trabalhos de conclusão de curso produzidos no Brasil na área de Arquitetura Paisagística. Ao todo, participaram 82 projetos oriundos de 49 instituições públicas e privadas de ensino superior de todo o País. 
A arquiteta Morganna Rangel Silva de Oliveira (foto), graduada em Arquitetura e Urbanismo pela UFC, conquistou o 5º Prêmio Rosa Kliass em novembro (Foto: Divulgação)

O trabalho "Escola de sol: solidariedade, cooperação e sustentabilidade", de autoria de Morganna Rangel, obteve o primeiro lugar pela região Nordeste. Foi a primeira vez que a UFC participou do concurso, que valoriza a produção acadêmica de estudantes de Arquitetura das cinco regiões brasileiras. O projeto vencedor é uma síntese do trabalho de conclusão de curso de Morganna, que teve orientação do Prof. Newton Becker, do Departamento de Arquitetura e Urbanismo e Design da UFC, e coorientação da Profª Zulmira Bomfim, do Departamento de Psicologia da UFC.

O objetivo do trabalho consiste no desenho de uma escola-parque localizada na comunidade do Cipó, na zona rural de Pentecoste, município situado a 89 quilômetros de Fortaleza. No local, em uma área de 8 hectares, está a sede do Projeto Educacional Coração de Estudante (PRECE), destaque nas metodologias de aprendizagem cooperativa. Essa referência inspirou o formato hexagonal da construção da escola, que remete às colmeias de abelhas.

Como princípios norteadores do projeto, Morganna Rangel fez uso de mapas afetivos, da Psicologia Ambiental, para estabelecer relações de pertencimento e vínculos comunitários. Outras conexões abrangem o método de design em camadas, do paisagista escocês Ian McHarg, e a permacultura, ideia de planejamento de assentamentos humanos sustentáveis proposta pelos designers e ambientalistas australianos Bill Mollison e David Holmgren.

O trabalho “Escola de sol: solidariedade, cooperação e sustentabilidade” obteve o primeiro lugar pela região Nordeste e é uma síntese do trabalho de conclusão de curso da premiada (Imagem: Morganna Rangel)

"O foco da minha pesquisa era o processo do projeto de paisagem, em como incluir no desenho final as preexistências que o sítio impõe: os fluxos de água, a vegetação, a topografia e também a afetividade humana. O resultado é o projeto do território como escola, com o zoneamento de atividades educacionais diversas, desde salas de aula e espaços de reunião a manchas de agroflorestas, além de diversas estratégicas permaculturais e de convivência com o semiárido", explica a arquiteta.

Para o orientador do trabalho, Prof. Newton Becker, o Prêmio Rosa Kliass traz visibilidade para o Departamento de Arquitetura e Urbanismo e Design da UFC, com ênfase para a Arquitetura Paisagística. Segundo o docente, essa área específica tem ganhado relevância no planejamento das cidades, das paisagens e dos territórios.

"O prêmio serve realmente como um estímulo para que o aluno de Arquitetura em nossa Instituição tenha um campo mais holístico e amplo de formação, que inclua a Arquitetura da Paisagem dentro das suas possibilidades de atuação profissional. Devemos olhar não só para a paisagem urbana, mas também para a paisagem do sertão, como em Pentecoste, uma região de semiárido no interior do Ceará, a paisagem que nos representa e predomina no nosso estado", pontua o Prof. Newton Becker.

O desenho final da escola-parque incluiu os fluxos de água, a vegetação, a topografia e a afetividade humana (Imagem: Morganna Rangel)

SAIBA MAIS – O prêmio homenageia o pioneirismo da arquiteta paisagista Rosa Kliass, nascida em São Roque (SP) no ano de 1932, e formada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo (USP) em 1955. Considerada a “dama do paisagismo brasileiro”, Kliass é fundadora da Associação Brasileira de Arquitetos Paisagistas (ABAP). Ao longo da carreira, ela assinou projetos paisagísticos importantes, como o Parque Mangal das Garças, em Belém (PA); o Parque do Forte, em Macapá (AP); o Parque do Abaeté, em Salvador (BA); e, na capital paulista, a reurbanização do Vale do Anhangabaú e o Parque da Juventude, construído no local do antigo Complexo Penitenciário do Carandiru.

Fonte: Prof. Newton Becker, do Departamento de Arquitetura e Urbanismo e Design da UFC

Raimundo Moura

Radialista formado, blogueiro, graduando em serviço social e Conselheiro Tutelar, atualmente apresento o Programa Alerta Geral Vale do Curu pela 91.9 de Pentecoste e colaboro com o Jornal Integração da Atitude FM de Itapajé.

Comente
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook

Nenhum comentário :



Entretenimento

[Entretenimento][grids]

Saúde

[Saúde][bsummary]

Negócios

[Negócios][twocolumns]

Esportes

[Esportes][threecolumns]