Brasil

[Brasil][bsummary]

Ciência e Tecnologia

[Ciência e Tecnologia][list]

anuncie



Quem recebe R$ 1.200 vai receber quanto na quarta parcela do auxílio emergencial?




A prorrogação do auxílio emergencial, assinada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, no dia 30 de junho, gerou diversas dúvidas nos beneficiários quanto à forma de pagamento. O decreto do governo federal prorroga o auxílio emergencial pelo período complementar de dois meses, para pessoas que fizeram a solicitação até o dia 2 de julho e foram consideradas elegíveis.

O calendário da quarta parcela para o Bolsa Família já tem data para começar, uma vez que o pagamento para este grupo segue o cronograma já existente. Desta forma, os beneficiários com o final do Número de Identificação Social (NIS) 1 recebem no dia 20 de julho. Os com o NIS final 2, no dia 21 de julho, e assim por diante, até o dia 31 de julho, quando recebem os beneficiários com final do NIS 0, pulando apenas o fim de semana.

Porém, uma das principais perguntas feitas pelos beneficiários é: "Quem recebe R$ 1.200 vai receber quanto na quarta parcela do auxílio emergencial?". Este valor é pago para as mães solteiras, ou seja, mulheres que são chefes de família monoparental.

Em resposta enviada ao Portal NE10 Interior, a diretoria de Comunicação Social do Ministério da Cidadania informou que: "As parcelas do período complementar de dois meses, como consta no decreto nº 10.412, de 30 de junho de 2020, serão equivalentes aos valores já recebidos (R$ 600 ou R$ 1.200) do Auxílio Emergencial".

Portanto, as mães solteiras, que estão no grupo de pessoas que recebem duas cotas do auxílio de R$ 600, o equivalente a R$ 1,2 mil, continuarão recebendo o mesmo valor na quarta e quinta parcelas do auxílio emergencial.

O governo não informou, porém, as datas de início do pagamento das parcelas extra para o grupo de informais, autônomos, desempregados e outras pessoas de baixa renda. O calendário de saques da terceira parcela do auxílio começa no dia 18 de julho e vai até 19 de setembro.
Cinco parcelas garantidas

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, já disse que os beneficiários considerados elegíveis irão receber todas as parcelas com segurança e tranquilidade. "Nós tivemos problemas sim, em um programa dessa magnitude é normal, mas nós fomos superando as falhas. As cinco parcelas estão garantidas a todos aqueles que são elegíveis. Todos aqueles que estão dentro da lei, que têm direito, vão receber [o auxílio] com segurança e tranquilidade", afirmou



Raimundo Moura

Radialista formado, blogueiro, graduando em serviço social e Conselheiro Tutelar, atualmente apresento o Programa Alerta Geral Vale do Curu pela 91.9 de Pentecoste e colaboro com o Jornal Integração da Atitude FM de Itapajé.

Comente
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook

Nenhum comentário :



Entretenimento

[Entretenimento][grids]

Saúde

[Saúde][bsummary]

Negócios

[Negócios][twocolumns]

Esportes

[Esportes][threecolumns]